Pular para o conteúdo principal

História, preservação cultural e direito ao território marcam encontro no Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas

Participantes poderão conhecer a história por trás da data e o esforço árduo dos povos indígenas pela garantia de direitos; o bate-papo poderá ser acompanhado na sede do Museu das Culturas Indígenas ou no YouTube: https://www.youtube.com/@museudasculturasindigenas

Bate-papo será conduzido por Pedro Pankararé no Museu das Culturas Indígenas. Foto: acervo pessoal

São Paulo, fevereiro de 2024 – O Museu das Culturas Indígenas (MCI) recebe Pedro Pankararé, em 07 de fevereiro, às 15h, para um bate-papo sobre a história do Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas. O MCI é uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari) em parceria com o Instituto Maracá e o Conselho Indígena Aty Mirim.

O encontro apresentará a história de um dos líderes indígenas dos Sete Povos das Missões, Sepé Tiaraju. Sepé liderou a revolta contra a ocupação de portugueses e espanhóis nos territórios do povo Guarani no Sul do Brasil, o que resultou no seu assassinato em 07 de fevereiro de 1756.

A celebração da data é fundamental para evidenciar a permanente luta por direitos, reconhecimento das tradições e culturas dos povos indígenas, além de relembrar de lideranças como Sepé, que em seu último ato proferiu a frase que é utilizada por todos os povos indígenas até hoje: “Essa terra tem dono!”.

Os participantes também poderão conhecer mais sobre o protagonismo e autonomia dos povos originários e reivindicações como a permanência em seus territórios tradicionais, com boa qualidade de vida e de políticas públicas sociais.

Pedro Pankararé é morador de Guarulhos, membro da Associação Indígena Pankararé de Osasco, da Articulação dos Povos Indígenas do Sudeste (ARPINSUDESTE) e conselheiro no Conselho Estadual dos Povos Indígenas (CEPISP).

POVOS INDÍGENAS NO BRASIL

Dados do Censo 2022 apontam que 1,69 milhão de indígenas vivem no Brasil, o que representa 0,83% do total de brasileiros. Em Terras Indígenas residem 36,73% e fora delas 63,27%. Os estados de Amazonas, Roraima e Mato Grosso respondem por 46,46% de indígenas que residem em territórios tradicionais. A população indígena contabilizada em 2022 é 88,8% maior que a registrada em 2010.

SERVIÇO

Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
Data e horário: 07 de fevereiro, das 15h às 17h
Com transmissão ao vivo no YouTube: https://www.youtube.com/@museudasculturasindigenas
Ingressos disponíveis no site.

Sobre o MCI

Localizado na capital paulista, o Museu das Culturas Indígenas (MCI) é uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari – Organização Social de Cultura, em parceria com o Instituto Maracá e o Conselho Aty Mirim.     

Museu das Culturas Indígenas

Endereço: Rua Dona Germaine Burchard, 451, Água Branca – São Paulo/SP
Telefone: (11) 3873-1541
E-mail: contato@museudasculturasindigenas
Site: www.museudasculturasindigenas.org.br            

Redes sociais
Instagram (@museudasculturasindigenas)
Facebook (/museudasculturasindigenas)
Twitter (@mcindigenas)
YouTube (@museudasculturasindigenas)                  

AGÊNCIA GALO      

Assessoria de Imprensa – Museu das Culturas Indígenas
contato@agenciagalo.com
Laiz Sousa
(11) 98184-4575
laiz.sousa@agenciagalo.com     

IMPRENSA 

Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo
Assessoria de Imprensa
(11) 3339-8062 / (11) 3339-8585
(11) 99370-2761 – Plantão
imprensaculturasp@sp.gov.br
Acompanhe a Cultura: Site | Facebook | Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube

BUSCAR

Todos os direitos reservados © Museu das Culturas Indígenas 2023 | Desenvolvido por Inova House