Pular para o conteúdo principal

Participe do nosso Programa de Parceiros

Um museu em construção: venha fazer parte dessa história transformadora

O Museu das Culturas Indígenas (MCI) é o primeiro museu público brasileiro localizado nos grandes centros urbanos do país criado e gerido sob os princípios da participação, da colaboração e do protagonismo de povos originários, organizações e movimentos indígenas, cujos programas institucionais contemplam concepções, noções e cosmovisões que evidenciam suas perspectivas sobre eles próprios e sobre a nação brasileira, em consonância com suas demandas e problemas sociais.

A quebra de estereótipos, preconceitos e posturas opressoras que compõem o cenário de invisibilização e objetificação das culturas indígenas inspira um nome indígena atribuído ao museu: “Tava”, conceito traduzido pelos Guarani como Casa da Transformação. Assim, o MCI se estabelece como espaço educador de encontros entre povos indígenas e não indígenas e se constitui como ferramenta de combate ao racismo e às desigualdades, estimulando o diálogo intercultural com questões contemporâneas pertinentes à preservação da cultura tradicional e da memória ancestral indígena.

Um museu em construção

Com uma proposta inovadora de gestão compartilhada por meio da institucionalização do Conselho Aty Mirim que assegura a efetiva participação de representantes indígenas na gestão do MCI, as exposições de longa duração, temporárias e virtuais e as atividades são desenvolvidas através de ações educativas e de uma programação cultural diversificada que refletem a pluralidade das culturas e povos indígenas e dignificam as artes manuais, as danças, as músicas e demais expressões artísticas e culturais dos povos originários.

O Museu das Culturas Indígenas é uma conquista dos povos originários do Brasil, a partir de uma mobilização do povo Guarani e demais povos indígenas existentes em São Paulo, em busca de um espaço de representação e de interlocução cultural que assegure visibilização às produções artísticas e culturais, intelectuais e tecnológicas dos diversos povos e etnias indígenas.

O funcionamento de seus programas institucionais é financiado pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústrias Criativas do Estado de São Paulo. O MCI criou o Programa de Parceiros para mobilizar recursos da sociedade que serão destinados exclusivamente para viabilizar a presença e atuação do Conselho Aty Mirim nas reuniões que são realizadas mensalmente no museu, bem como ações nos territórios indígenas dos povos que participam da gestão compartilhada.

Faça sua contribuição e seja nosso parceiro nesse projeto!

SELO PARA PARCEIROS DO MUSEU

Saiba mais sobre o Museu e Apoie

BUSCAR

Todos os direitos reservados © Museu das Culturas Indígenas 2023 | Desenvolvido por Inova House