Pular para o conteúdo principal

O MCI traz a COP28 para o público brasileiro

Data:

10/12/2023, das 10h às 11h

Informações:

(11) 3873-1541 ou formacao@museudasculturasindigenas.org.br

A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023 ou Conferência das Partes da UNFCCC, mais comumente referida como COP28, será a 28ª conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a ser realizada de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023, na Expo City, em Dubai.

A edição deste ano colocou em prática medidas significativas para ampliar a participação e representação dos povos originários nas discussões e negociações climáticas, mantendo diálogos constantes a fim de buscar soluções para superar obstáculos ao envolvimento autêntico e eficaz. Iniciativas que incluem apoio financeiro, acomodações subsidiadas, serviços de tradução inéditos e financiamento de relatórios focados em oportunidades econômicas para povos indígenas e comunidades locais envolvidas em ações climáticas, além da implementação do Pavilhão dos Povos Indígenas e a garantia de espaço cerimonial na conferência.

A delegação brasileira vai contar com número recorde de participantes, em toda a história das COPs, com mais de 2400 pessoas. Entre os indígenas, estão representantes da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), do Comitê Indígena de Mudança Climática do Brasil (CIMC), da Comissão da Amazônia e dos Povos Originários e Tradicionais, do Conselho Indígena de Roraima (CIR), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), da Associação dos Povos Indígenas do Xingu (ATIX), da Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (Fepoimt), da Secretaria Executiva da Rede de Cooperação Amazônica (RCA), além de representantes do Fórum Internacional dos Povos Indígenas sobre Mudanças Climáticas (Caucus Indígena) e de entidades parceiras à causa como Operação Amazônia Nativa (OPAN), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), Rainforest, Instituto Clima e Sociedade (iCS), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e Fastenaktion.

O momento é marcado pela busca de reconhecimento e valorização das vozes indígenas, considerando a contribuição valiosa que oferecem no debate sobre as mudanças climáticas e suas consequências. Para compartilhar com o público brasileiro os encaminhamentos e propostas oriundas dessa participação, o MCI realizará uma live no dia 10/12, diretamente do Pavilhão dos Povos Indígenas, com a participação de lideranças indígenas presentes no evento.

Observação: o evento será inteiramente on-line, não sendo necessária a vinda ao Museu.

BUSCAR

Todos os direitos reservados © Museu das Culturas Indígenas 2023 | Desenvolvido por Inova House